Voith equipa ônibus elétricos da Wrightbus

Fabricante irlandesa vai entregar em agosto o primeiro dos 80 ônibus StreetDeck BEV de dois andares com o sistema de acionamento elétrico da Voith para a Translink, maior operadora de ônibus da Irlanda do Norte

A Wrightbus, fabricante de ônibus da Irlanda do Norte, fechou parceria exclusiva com a Voith para o fornecimento do sistema de acionamento elétrico Voith Electrical Drive System (VEDS) para a segunda geração de seus ônibus elétricos a bateria (BEV) e com células a combustível (FCEV) para a Europa. No futuro a empresa vai equipar todos os veículos com esse componente.

Em agosto deste ano a Wrightbus entregará o primeiro dos 80 ônibus StreetDeck BEV de dois andares equipados com o VEDS para a Translink, a maior operadora de ônibus da Irlanda do Norte, que utilizará os novos ônibus nas redes de transporte público de Belfast e Derry.

Com o VEDS, a Voith está desempenhando um papel importante em ajudar a Translink a atingir a meta que a empresa estabeleceu de operar uma frota de ônibus 100% isenta de emissões até 2040.

Antes de fechar o pedido, a fabricante de ônibus sediada em Ballymena fez avaliação de todos os sistemas de acionamento elétrico disponíveis na Europa, e o VEDS proporcionou a melhor eficiência operacional. “O fator limitante para os veículos movidos a bateria é a autonomia, o que significa que a eficiência do trem de transmissão é a variável decisiva para a sua operação no dia a dia. Isso é ainda mais crítico para os ônibus de dois andares, que não podem ser equipados com muitas baterias em razão das significativas limitações de espaço e peso impostas por esses veículos”, afirma Brian Maybin, gerente de tecnologia avançada da Wrightbus.

Segundo a fabricante, o motor principal e o inversor do VEDS compõem um pacote coordenado que garante alta disponibilidade de potência e máxima autonomia, mesmo para padrões de direção de alto consumo. O sistema é baseado em um potente motor de ímãs permanentes resfriado a água com um inversor de alta eficiência. O acionamento não exige uma transmissão separada, o que favorece o consumo de energia, a autonomia e as emissões de ruído dos veículos.

Além disso, esse princípio do acionamento proporciona um design compacto. Isso facilita a sua instalação, não apenas nos ônibus de dois andares da Wrightbus, mas também em ônibus de piso baixo livres de obstáculos, o que torna o VEDS o sistema de acionamento perfeito para a transição rumo à mobilidade sustentável. O sistema modular está disponível em diversas classes de potência, o que permite que ele seja utilizado em qualquer categoria de veículo. Com potência máxima de 340 kW, o VEDS é um dos sistemas de tração para ônibus mais potentes do mercado.

Por se tratar de um sistema integrado, todos os componentes do VEDS são combinados uns com os outros, desde o hardware (como motor elétrico, inversor de tração e distribuidor de alta tensão) até o software (controle do acionamento e sistemas de gestão de energia). Além de facilitar a sua integração ao veículo e garantir alto nível de confiabilidade, essas vantagens também permitem que o VEDS seja utilizado de maneira flexível em múltiplas plataformas, com sistemas de baterias de diversos fabricantes e trens de força de veículos elétricos com células a combustível.

A Wrightbus vem construindo sua parceria com a Voith há mais de 15 anos. A empresa só usa transmissões DIWA em seus ônibus, e sempre pôde contar com o suporte dado pela Voith ao longo de todo o ciclo de vida de seus produtos. “Vemos que a Voith faz enorme esforço para entender a nossa empresa, nosso pessoal, nossos produtos, nossos clientes e nossas oportunidades de mercado”, comenta Maybin.

Por