Bilhete Único sem CPF associado deixa de receber crédito a partir do dia 16

Passageiros precisam fazer a associação no site para continuar efetuando recargas; em 1º de setembro de 2021 os cartões sem cadastro deixarão de existir

Passageiros do sistema de transporte coletivo de São Paulo que possuem cartões do Bilhete Único sem cadastro (sem nome e CPF impressos) devem fazer a associação de um CPF válido para continuar carregando o cartão a partir de 16 de julho. O usuário precisa acessar o site da SPTrans no link www.sptrans.com.br/trocabilhete.

Já no dia 17 de julho, não será mais possível fazer a recarga de créditos em cartões que não tenham o CPF associado. Durante o período de transição, é possível fazer a vinculação do documento pelos endereços eletrônicos http://www.sptrans.com.br/trocabilhete ou http://sptrans.com.br/cadastro.

Em 1º de setembro, estes bilhetes não aceitarão mais compras de crédito comum e deixarão de existir. Os Bilhetes Únicos que tiverem créditos excedentes, não serão perdidos, pois serão transferidos para o cartão cadastrado no mesmo CPF ao qual ele for associado.

Segundo a SPTrans, o objetivo da nova regra é reforçar as medidas de combate a fraudes no sistema de transportes e, consequentemente, prejuízos aos cofres públicos e também aos passageiros. A associação dos cartões antigos a um CPF é a forma de identificar quem está utilizando cartões, garantindo maior segurança para o sistema de bilhetagem eletrônica.

Por