Volvo tem novo vice-presidente de manufatura no Brasil

Cyro Martins, engenheiro eletricista, será responsável pela operação industrial da fábrica de Curitiba

A Volvo informou que Cyro Martins assume o cargo de vice-presidente de manufatura da empresa no Brasil, sendo responsável pela operação industrial da fábrica de Curitiba onde são produzidos caminhões pesados e semipesados, chassis de ônibus, cabines, motores e transmissões para os veículos da marca comercializados no país e exportados para diversos mercados.

Martins fará parte da diretoria executiva da Volvo do Brasil no lugar de Jorge Marquesini, que está de mudança para a matriz na Suécia, onde ocupará a posição de vice-presidente sênior da divisão de manufatura para Europa e Brasil, a qual é responsável pelas fábricas de caminhões da Volvo na Suécia, Bélgica, França, Rússia, além do Brasil.

“É uma honra e uma grande responsabilidade estar à frente de uma das principais plantas industriais da Volvo no mundo. Em Curitiba, reunimos todo o processo de fabricação de veículos pesados numa única unidade, o que traz ganhos em processos e qualidade para nossos clientes”, afirma o novo vice-presidente.

Cyro Martins é engenheiro eletricista, formado pelo Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (atual UTFPR), com pós-graduação em Engenharia de Produção e Economia (FAE) e MBA em negócios pela Fundação Dom Cabral.

O executivo iniciou carreira na Volvo como estagiário em 1985. Na sequência, ocupou diversas posições como engenheiro de manufatura; coordenador de engenharia de produção, de qualidade, de montagem e de pintura; gerente de produção de cabines; gerente do projeto de nacionalização do caminhão Volvo VM e gerente geral de manufatura. Sua posição mais recente foi a de diretor de manufatura, responsável por todos os processos fabris de caminhões e ônibus em Curitiba.

Ao logo de sua carreira na organização, Cyro Martins acumulou também experiência internacional na matriz da Volvo na Suécia, no cargo de diretor global de lean manufacturing, responsável por introduzir os conceitos de manufatura enxuta em todas as fábricas de caminhões da marca no mundo.

Por