Marcopolo Rail lança seu primeiro modelo de VLT

O Prosper VLT apresentado irá circular em uma rota turística da empresa Giordani, no sul do país. O modelo também terá versões para transporte urbano e intercidades

Márcia Pinna Raspanti

A Marcopolo Rail, spin-off Marcopolo Next focada no desenvolvimento de novos modais sobre trilhos, apresenta seu primeiro veículo leve sobre trilhos (VLT), o Prosper VLT, que irá operar em uma rota turística da Giordani Turismo, no sul do país.  O modelo será produzido junto ao complexo industrial da Marcopolo em Caxias do Sul (RS), em um espaço segregado, onde funciona a fábrica voltada para trens.

Petras Amaral, business head da Marcopolo Next e executivo responsável pela Marcopolo Rail, em entrevista exclusiva à revista Technibus, contou que a sinergia entre as instalações da Marcopolo é um fator importante na competitividade do produto. “O Prosper VLT tem alto conteúdo local, o que facilita muito a manutenção e a reposição de peças, além proporcionar uma rapidez maior de entrega. Temos uma importante parceria com a Randon, por exemplo. Tudo isso faz com que haja redução do custo operacional e que o produto seja bastante competitivo”, detalhou.

Na visão da empresa, trata-se de um mercado com grande potencial. O transporte metroferroviário está presente em apenas 13 regiões metropolitanas, de um total de 63 de médio e grande porte no país. E, apesar de atender mais de 11 milhões de passageiros por dia, apresenta capacidade abaixo da demanda, segundo o estudo Setor Metroferroviário Brasileiro da ANPTrilhos.

Amaral destacou ainda que o Prosper VLT vem preencher uma lacuna no mercado brasileiro, que não contava com um veículo nacional nesta categoria. “Já estamos em negociações e conversas com diversos clientes em potencial no Brasil e em outros mercados da América Latina. Esse tipo de veículo tem um ciclo mais longo de comercialização. O projeto está pronto e pode ser adaptado para as necessidades específicas do cliente”, disse.

O Prosper VLT pode ser fabricado nas versões urbana, intercidades e turismo. “Acreditamos que no segundo semestre de 2021 teremos um aquecimento maior no setor de mobilidade. O transporte se torna cada vez mais uma prioridade. Temos novas administrações municipais que devem investir nesta área. Acredito que muitas cidades deverão nos procurar interessadas no modelo. É um mercado que traz muitas oportunidades”, informou o executivo.

De acordo com Amaral, o Prosper VLT apresenta diversas vantagens além do baixo custo de operação, como longa vida útil e alta capacidade de transporte de passageiros. Uma composição de quatro carros poderá levar até 760 passageiros na versão urbana. “Com mais composições, pode-se chegar a transportar de 20 mil a 25 mil pessoas por hora/sentido. O modelo é automotriz, ou seja, não precisa de locomotiva, o que também é um diferencial”, disse.

O Prosper VLT é um veículo leve sobre trilhos de embarque em nível, desenvolvido para atender os mais diversos projetos de transporte ferroviário de passageiros. A concepção do produto teve como foco a sinergia com as instalações industriais, com a cadeia de fornecedores de matérias primas e peças. Cerca de 15 profissionais especializados no segmento ferroviário trabalharam conjuntamente com colaboradores de várias áreas da Marcopolo.

As propulsões podem ser a diesel, com baixa emissão ou híbrido (diesel ou GNV + elétrico). Pode ser constituído por composições de até quatro carros de 18 metros, nas versões urbanas, turismo e intercidades. É bidirecional e pode ser produzido para circular em bitola métrica, standard ou larga.

“O Prosper VLT entregue à Giordani Turismo foi configurado para o atendimento ao transporte turístico ferroviário. Foi fator determinante para essa escolha a trajetória de qualidade dos produtos e a tradição da Marcopolo”, afirmou Susana Giordani, diretora da Giordani Turismo.

Ampliação de portfólio –

“Com este lançamento, avançamos na nossa nova frente de negócios relacionada ao setor metroferroviário, em linha com as atuais demandas de mobilidade do país, no sentido de promover deslocamentos de alta capacidade com velocidade, eficiência e conforto, ampliando nosso portfólio de modais”, afirmou James Bellini, CEO da Marcopolo.

“Aportamos a nossa expertise global em transporte coletivo neste novo projeto, pois acreditamos que os vários meios de transporte podem se complementar, contribuindo para a gestão pública da mobilidade, a redução de custos e tarifas e a melhoria da fluidez do trânsito nas cidades”, acrescentou.

O primeiro produto sobre trilhos do grupo nasceu com o desenvolvimento de caixa para o People Mover Aeromóvel (tecnologia para vias elevadas), finalizada em novembro de 2017. Em 2019, a Marcopolo Rail iniciou um novo ciclo de ampliação de seu portfólio, que começará com este lançamento do Prosper VLT e seguirá pelos próximos anos com novas soluções.

É importante lembrar que a Marcopolo Next e a Moovit anunciaram, em outubro, uma aliança estratégica durante a II Semana UITP Latin America, com foco em desenvolvimento de soluções tecnológicas em mobilidade, com o conceito de MaaS ou Mobilidade como Serviço (Mobility as a Service). As empresas buscam alternativas de operação do transporte coletivo, com a implementação novas tecnologias.

“Essa parceria contribui para a integração tecnológica e interoperalidade de modais. A Marcopolo está pensando no futuro da mobilidade, para que não haja ruído no transbordo dos diferentes modais. A Marcopolo Rail fornece o equipamento, o veículo, mas sempre no contexto de um conceito mais amplo da empresa de mobilidade”, frisou Amaral.

Dados técnicos do Prosper VLT:

  • Altura interna: 2384 mm
  • Largura interna: 2700 mm
  • Sistema Automotriz
  • Plataforma de embarque: 1,10m
  • Posto para cadeirante: um em cada carro (0,8 m X 1,2 m);
  • Número de portas: até 6 portas laterais de cada carro (1750 mm x 1930 mm);
  • Saídas de emergência: 4
  • Conformidade com as normas internacionais
  • Interface em tempo real: rotas, mídia, GPS, ethernet, telas.
  • Capacidade de Passageiros por composição de 4 carros: Versão Urbana – 760 e Intercidades – 280

Por