Scania apresenta ônibus elétrico na Lat.Bus 2024

A empresa informou que vai começar entregar os ônibus elétricos aos clientes em setembro de 2025, que serão produzidos a partir de março

Sonia Moraes

A Scania vai começar a entregar os ônibus elétricos aos clientes em setembro do ano que vem. O novo ônibus elétrico 4×2 será oferecido em duas versões: com quatro pacotes de bateria, sendo três na dianteira e um na traseira, que garante 416 kWh. E outro modelo com cinco pacotes de bateria, quatro na dianteira e um na traseira, chegando a 520 kWh. O motor EMC 1-2 do tem 238 quilos e torque de um motor diesel de 400 cv de potência.

A autonomia deste ônibus é de 300 km em condições severas: com ar-condicionado ligado, máximo de capacidade e operação em terreno irregular. Alguns componentes serão importados da Suécia e montados no Brasil, como a célula da bateria e os cabos de bateria. Mas a Scania já tem planos de desenvolver fornecedores locais, conforme informou Paulo Moraes, vice presidente de veículos e mobilidade da Scania Latin América.

Segundo informou Marcelo Gallão, diretor de desenvolvimento Scania operações comerciais Brasil, a novidade será apresentada na Lat.Bus 2024. “A próxima Lat.Bus marca a primeira inclusão do ônibus elétrico no portfólio da Scania”, disse. Os ônibus elétricos começarão a ser testados em São Paulo, mas a Scania também está “de olho” nos estados do Rio Grande do Sul e o Paraná.

Atualmente, a Scania está produzindo 11 modelos de ônibus por dia e, com o início da produção dos elétricos, serão acrescidas mais três unidades diárias na linha de montagem. A fábrica de chassis tem 11 estações de montagens e capacidade para produzir 4.100 chassis por ano, sendo 18 por dia, com 90 colaboradores estarão envolvidos na produção.

Veja também

Por 
NOVIDADE