Segundo eixo do BRT Sorocaba já transportou 4 milhões de passageiros

Com um ano de operação, o segundo eixo do projeto, composto pelo Corredor Ipanema e pelo Terminal São Bento, fica localizado na zona norte da cidade

 O Corredor Ipanema e o Terminal São Bento (TSB), que formam o segundo eixo de mobilidade do projeto BRT Sorocaba, completam um ano de operação, com o marco de quatro milhões de passageiros transportados neste período.

De acordo com levantamento da empresa desde a sua inauguração até agora, o fluxo de passageiros cresceu 187% nesse corredor. Manoel Ferreira, diretor de operações do BRT Sorocaba, observa que a presença do usuário no sistema está aumentando a cada dia.

“Conforme a população foi se acostumando com o serviço, o volume de passageiros foi ampliando. Notamos que em 2022, três fatores contribuíram para que mais pessoas andassem de ônibus. Primeiro foi a flexibilização da pandemia, segundo foi a retomada da economia e, por último, em virtude do aumento dos combustíveis muitos cidadãos deixaram de andar de carro e optaram pelo coletivo como forma de deslocamento”, comenta.

Ferreira destaca que neste segundo eixo norte, o fluxo de pessoas mais intenso está concentrado no Corredor Ipanema e também nas integrações. O Corredor Ipanema localizado na Avenida Ipanema possui dez estações bidirecionais, com embarque e desembarque em direção ao centro-bairro e bairro-centro, permite que o passageiro faça seu trajeto nos mesmos padrões de acesso. Outra vantagem das estações autônomas é a acessibilidade, pois todas elas possuem rampas, piso podotátil e abertura de portal automática.

Dentro das estações, enquanto espera pelo ônibus, o passageiro está em um ambiente totalmente monitorado, com bancos, totem de recarga rápida de equipamentos eletrônicos, climatização adequada (cobertura com isolamento térmico) wi-fi e painéis informativos com dados em tempo real. 

“Toda essa comodidade também colabora para que mais pessoas utilizem o sistema BRT. Esperar o ônibus em um lugar onde está sendo filmado 24h, dá ao passageiro mais segurança para que possa andar de ônibus. Se alguém precisar de ajuda, basta apertar o botão no interfone das estações que imediatamente a equipe do Centro de Controle Operacional dará assistência ao usuário”, complementa Ferreira.

Para dar suporte a este corredor, está o Terminal São Bento que oferece os mesmos padrões de infraestrutura, tecnologia e funcionalidades.

Por