Mercado de ônibus começa a se recuperar

Ao longo de 2021, o segmento de ônibus apresentou retração de -2,49% em relação ao ano anterior, mas registrou resultados positivos nos dois últimos meses do ano, de acordo com dados da Fenabrave

De acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), em dezembro de 2021, todos os segmentos automotivos tiveram alta em relação ao mês anterior. Com isso, o setor, como um todo, registrou 337.623 emplacamentos de veículos, volume 13,99% superior a novembro.

O segmento de ônibus vai, aos poucos, recuperando o mercado perdido durante a pandemia e deverá ser favorecido por programas de transporte público, como o Caminho da Escola, do governo federal, ao longo de 2022. O segmento oscilou bastante, durante o ano, mas tivemos os dois últimos meses de 2021 com altas acima de dois dígitos”, analisa José Maurício Andreta Júnior, presidente recém-eleito para o triênio 2022-2024 da Fenabrave.

Em relação a novembro de 2021, o mercado de ônibus apresentou crescimento de 12,18% em dezembro do ano passado. Em comparação com dezembro de 2020, foi registrada uma pequena queda de -0,84% no último mês de 2021. No acumulado do ano, o segmento de ônibus apresentou redução de -2,49% em relação ao ano anterior.

A Fenabrave também divulgou as projeções de emplacamentos de veículos, para o mercado em geral, para o ano de 2022. A entidade prevê uma alta de 5,2%, para todo o setor, este ano. “Nossos estudos apontam para o crescimento de todos os segmentos automotivos neste ano. Mas, é claro que situações conjunturais podem afetar essas estimativas, considerando que a indústria ainda sofre com a falta de insumos e componentes eletrônicos, que estamos diante de uma economia ainda turbulenta e iniciando um ano em que teremos eleições, que costumam criar um cenário de incertezas”, diz Andreta Jr.

Por